CREA-DF
Sexta, 06 Outubro 2017 21:37

Candidato a presidente do Crea-DF Kleber Souza dos Santos (29) Destaque

Escrito por
Avalie este item
(2 votos)

Curriculum Vitae

(Kleber Souza dos Santos)

 

Formação acadêmica: Engenheiro Agrônomo (UFSC, 1992). Mestre em Gestão Econômica do Meio Ambiente (UnB, 2001). Especialista em Gestão do Agronegócio (UnB, 2009). Especialista em Botânica (UFLA, 2006). Especialista em Administracão Rural (UFV, 1995).

Experiência: Conselheiro Federal no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia - CONFEA (2010-2012). Conselheiro Regional no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia - CREA-DF com exercício dos seguintes mandatos: Conselheiro Regional Suplente no CREA-DF (1999-2000). Conselheiro Regional no CREA-DF em cinco mandatos (2001-2003; 2004-2006; 2008-2009; 2014-2016; 2017 com mandato até 2009, sendo que atualmente está licenciado). Ao longo dos mandatos de Conselheiro Regional exerceu diversos cargos, como por exemplo: Coordenador da Comissão de Normas e Procedimentos, quando coordenou processo de revisão co Regimento do CREA-DF (2017). Coordenador da Comissão de Ética Profissional (2017 e 2016). Coordenador do Congresso Distrital de Profissionais (2016). Diretor de Fiscalização (2016 e 2006). Coordenador da Câmara Especializada de Agronomia (2004, 2006, 2014, 2015). Coordenador Adjunto da Comissão de Educação (2004 e 2006). Diretor de Valorização Profissional (2005). Coordenador Adjunto da Comissão de Ética (2004). Vice Presidente (2003).

Coordenador Nacional das Câmaras Especializadas de Agronomia: Eleito em 2014 e reeleito em 2015 para coordenar 27 Câmaras Especializadas de Agronomia de todos os Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (CREAs) do Brasil.

Diretor de Política Profissional da Confederação dos Engenheiros Agrônomos do Brasil (CONFAEAB): Eleito para mandato entre 2013 e 2015 e, reeleito para mandato entre 2016 e 2018 (atualmente está licenciado).

Comissão de Integração da Agrimensura, Agronomia, Arquitetura, Engenharia e Geologia para o Mercosul (CIAM): Representante das Coordenadorias de Câmaras Especializadas de Agronomia na CIAM. Coordenador da Comissão de Educação e Atribuição Profissional (2004 a 2006; 2007 a 2009).

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO (MAPA): desde 2002 é servidor público concursado, Auditor Fiscal Federal Agropecuário, designado mediante concurso público. Exerceu funções de Coordenação na área de Associativismo e Cooperativismo, e também na área de Assistência Técnica e Extensão Rural, além da Chefia de Divisão em Fiscalização no Sistema Nacional de Sementes e Mudas.

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (EMATER-DF): Extensionista Rural com atuação em praticamente todos os núcleos rurais do Distrito Federal, e também na região do Entorno (1994-2002).

Professor em Instituições de Ensino Superior: União Pioneira de Integração Social — UPIS, Disciplina de Economia Ambiental (2010; 2011; 2013). Instituto de Ensino Superior — UNICESP, Disciplina de Economia Ambiental (2011). UNICESP, Disciplina de Recursos Tecnológicos Aplicados ao Meio Ambiente (2007-2010); Centro Universitário Planalto do Distrito Federal — UNIPLAN, Disciplinas de Botânica I, Botânica II, e Farmacobotânica (2000-2007).

Cursos: Conclusão de vários cursos sobre legislação e organização profissional, gestão, meio ambiente etc.

Participação de Destaque em Eventos: Participação como coordenador ou palestrante em vários eventos sobre exercício profissional, no País e no Exterior.

 

 

Programa de Trabalho

Segue resumo do Programa de Trabalho que está assentado em três pilares: A defesa do Interesse Público; a Valorização profissional; e atenção à Ética e transparência. Tríplice referência  que orienta a implementação, de forma colegiada, dos seguintes tópicos de diretrizes:

FISCALIZAÇÃO: Ampliar e qualificar a fiscalização sobre o exercício profissional. Aprimorar os normativos de instrução interna. Promover ações em parceria com outros Conselhos Profissionais e órgãos públicos. Promover medidas para aumentar o quadro de fiscais. Aprimorar as condições de trabalho dos fiscais. Capacitar os fiscais para o exercício de uma Fiscalização Inteligente, a fim de  buscar a correção nas irregularidades. Fiscalizar a ocupação de cargos de natureza técnica. Acompanhar e interferir, se necessário, nas Licitações.

COMUNICAÇÃO: Elaborar e implementar Plano de Comunicação em que o CREA-DF efetivamente seja voz em defesa do interesse público e pela valorização profissional. Transparência e divulgação do orçamento, da arrecadação e das despesas do CREA-DF. Divulgação permanente dos trabalhos da Plenária, das Câmaras Especializadas, das Comissões, dos Grupos de Trabalho, das atividades da Administração do CREA-DF. Ampliar e facilitar os canais de contato com o CREA-DF. Incrementar interlocução com a sociedade.

PROFISSIONAL HABILITADO: Valorizar o profissional como uma das razões da existência do CREA-DF. Defender e valorizar o Acervo Técnico Profissional. Divulgar e valorizar o Código de Ética Profissional. Apoiar as entidades de classe para a promoção de eventos de capacitação do profissional.  Apoiar as entidades de classe para elaboração (com posterior propagação) da Tabela com sugestões de honorários profissionais. Implantar aplicativos para equipamentos mobile. Atenção ao Salário Mínimo Profissional (parceria com sindicato). Implementar banco de talentos e oportunidades, para apoiar ingresso no mercado de trabalho. Desenvolver e implementar projeto específico para tratar os casos de Interrupção de Registro Profissional.

INSTITUCIONAL: Gestão colegiada com atenção e respeito devido ao Plenário, Câmaras Especializadas, órgãos consultivos. Manifestar e propagar a posição do CREA-DF sobre questões de relevante interesse público. Implementar programa periódico de visitas a instituições para promover ações de regularização. Integrar efetivamente com as Instituições de Ensino, além de fortalecer o CREA Jovem. Promover, Fórum de Entidades de Classe e de Profissionais, e também Fórum de Docentes. Incrementar realização de eventos sobre questões relevantes às profissões. Integrar ações com Escolas de Segundo Grau sobre a escolha de profissões. Promover Premiação voltada aos estudantes e jovens profissionais para incentivo à inovação. Desenvolver Plano de Ação em conjunto com as Entidades de Classe. Desenvolver Agenda Parlamentar. Promover visitas técnicas, junto de conselheiros e outras lideranças, para conhecer órgãos e obras públicas. Designar, via consulta ao Plenário, representantes do CREA-DF em fóruns e colegiados. Desenvolver termos de cooperação entre CREA-DF e instituições diversas, inclusive MÚTUA. Articular ações junto ao CONFEA e com os demais CREAs. Estabelecer parceria permanente com Ministério Público. Promover ações para acessibilidade de pessoas com deficiência física. Promover a Engenharia e Agronomia pública.

ESTRUTURA ADMINISTRATIVA e SERVIDORES: Auditar as contas e procedimentos em vigor no CREA-DF. Concluir a revisão do Regimento do CREA-DF. Aprimorar as reuniões mensais com Diretoria, Câmaras Especializadas e órgãos consultivos. Implantar Núcleo de Programas e Projetos Estratégicos. Elaborar estudo sobre viabilidade de criação de Inspetorias para descentralizar o atendimento. Fortalecimento do Setor de Análise de Processos. Incrementar instrumentos de monitoramento e de avaliação do Planejamento Estratégico do CREA-DF. Desenvolver Plano Anual de Capacitação dos servidores. Elaborar estudo, com participação dos servidores, acerca da viabilidade econômica e operacional para aprimoramento de Plano de Cargos, Carreira e Salários. Implantar a Biblioteca do CREADF. Substituir, ao máximo possível, os cargos comissionados por servidores de carreira do CREA-DF. Construir nova sede desde que seja observada a sustentabilidade orçamentária e mediante plena transparência. Realizar pesquisas, periodicamente, visando avaliar e aprimorar os serviços.


Acesse o vídeo do Candidato

 

https://youtu.be/d7TSygYeBU0

Ler 1916 vezes Última modificação em Segunda, 09 Outubro 2017 19:43

Meus itens