CREA-DF
Quarta, 08 Novembro 2017 14:38

Código Florestal é discutido em reunião do Crea-DF com a Casa Civil Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(2 votos)

Na tarde desta terça-feira (07/11) representantes do Crea-DF se reuniram com a Subsecretaria de Políticas Publicas da Casa Civil para tratar das propostas sugeridas por técnicos do Conselho referentes ao decreto que regulamentará o Código Florestal no DF.

Participaram da reunião o presidente do Crea-DF, Flavio Correia, o conselheiro do Conselho do Meio Ambiente do Distrito Federal (Conam-DF) e presidente da Associação dos Engenheiros Florestais do Distrito Federal (AEFDF), eng. florestal Pedro Salles, o conselheiro do Conam-DF e presidente da Associação Nacional dos Engenheiros Ambientais (ANEAM), eng. ambiental Marcus Vinícius, os engenheiros florestais Caio Teobaldo e Felipe Lago, e os representantes da Casa Civil, o subsecretario, em exercício, Marcelo Pontes e os assessores especiais, Rosatilde Lima, Roberto Pojo e José Eduardo Ribeiro.

Durante a reunião os representantes do Crea-DF fizeram uma explanação sobre os pontos do decreto que necessitam de alteração, pois tratam de serviços cujas responsabilidades cabem a profissionais habilitados.  “O Conselho tem acompanhado e se posicionado a respeito da regulamentação de instrumentos do Código Florestal e da Política Florestal de perto”, disse o presidente do Crea-DF.

Pedro Salles em seu discurso falou sobre o Programa Recupera Cerrado que confere mudanças aos mecanismos de quitação dos passivos vinculados à Compensação Florestal. “É importante que a aprovação desse novo decreto ocorra de forma complementar ao Decreto Distrital nº 37.931, que estabelece o Programa de Regularização Ambiental do DF. Estamos nos reunindo com representantes do Departamento de Engenharia Florestal da UnB e do Serviço Florestal Brasileiro para contribuir com propostas aos instrumentos que subsidiarão a execução das políticas, especialmente o Mapa de Áreas Prioritárias para Conservação e Recomposição do Cerrado e o sistema de monitoramento da recomposição da vegetação. Acima de qualquer coisa, é fundamental pensar a longo prazo, buscando investir em estudos sobre o Cerrado, de forma a conciliar o uso e a conservação da vegetação deste importante bioma”, disse Pedro Salles.

A Casa Civil colocou-se a disposição para analisar com brevidade os documentos propostos pelos representantes do Crea-DF.

Última modificação em Quarta, 08 Novembro 2017 15:03

Deixe um comentário

banner site eleicoes2